EuroChem compra projeto de fosfato Serra do Salitre no Brasil por US$ 410 mi
Avaliar notícia:
Votos:  5
719
02.08.2021 в 16:06
EuroChem Group AG, empresa líder global em fertilizantes, anuncia assinatura de acordo para aquisição do projeto de fosfato de Serra do Salitre no Brasil, fortalecendo as capacidades de produção e distribuição do Grupo em um dos mercados de nutrientes agrícolas mais importantes do mundo.

Serra do Salitre é um projeto integrado de fosfatos upstream em estágio avançado em Minas Gerais, sudeste do Brasil. Compreende uma mina de fosfato a céu aberto com mais de 350 milhões de toneladas métricas (MMT) de reservas; e uma fábrica com capacidade de produção de 1 MMT por ano para produtos MAP/NP e SSP/TSP, e vai entrar em operação em 2023.

Essa expansão nos permitirá reduzir a dependência de suprimentos de fosfato de terceiros e também criará o potencial de produção de fosfatos e fertilizantes complexos no Brasil “, disse o CEO do EuroChem Group, Vladimir Rashevskiy. “Isso melhora significativamente nossa posição competitiva no Brasil, e nos permite alavancar as extensas capacidades de mistura e distribuição trazidas pela aquisição da Fertilizantes Tocantins, que concluímos no ano passado“, acrescentou.

Para Lieven Cooreman, CEO da EuroChem Fertilizantes Tocantins e Head da Divisão Comercial da EuroChem na América do Sul, “esse acordo é um importante passo estratégico para consolidar a posição de nossa organização na liderança global. Para a América do Sul, fortalece ainda mais a nossa meta ambiciosa de crescimento, elevando a nossa capacidade de entrega de 4 para 8 milhões de toneladas de fertilizantes até 2024”.

A mina e a planta de beneficiamento já estão operando, produzindo cerca de 500-600 KMT de rocha fosfática e gerando EBITDA positivo com vendas de concentrados para terceiros. O projeto considera ainda uma planta de ácido sulfúrico, uma planta de ácido fosfórico e uma instalação de armazens com capacidade de 0,4 MMT para fertilizantes granulados, incluindo uréia e cloreto de potássio, entre outros produtos.

O acordo de US$ 410 milhões faz com que o grupo EuroChem assuma a propriedade total de todos os ativos da Serra do Salitre da Yara Internacional ASA. O custo de implantação restante para atingir a capacidade total está próximo do valor do negócio, com o projeto previsto para atingir sua capacidade plena de produção em 2024. A aquisição está sujeita, entre outras coisas, à aprovação da autoridade brasileira de defesa da concorrência (Conselho Administrativo de Defesa Econômica – “CADE”). Após o fechamento do negócio, a EuroChem compromete-se a concluir as obras em Salitre.

Fontes: EuroChem Group AGYara International