Empresas russas conheceram as tendências do desenvolvimento e oportunidades do setor mineiro brasileiro
Avaliar notícia:
Votos:  3
80
20.01.2022 в 15:22
No dia 19 de Janeiro de 2022 foi realizado o evento no formato online «Tendências de desenvolvimento no setor mineiro brasileiro. Oportunidades de parcerias de investimento para as empresas russas».

O webinar foi organizado pelo Ministério da Economia do Brasil e Representação Comercial da Rússia no Brasil com o apoio da Embaixada da Rússia no Brasil e Ministério de Minas e Energia do Brasil. O evento foi aberto pelo Pedro Paulo Diaz Mesquit, Secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral do Ministério de Minas e Energia e Martha Seiller, Secretária Especial do PPI, quem falaram sobre a estratégia geral do Brasil no desenvolvimento do setor de mineração visando atrair investimentos estrangeiros para o setor.

Sr. Frederico Munia Machado, Secretário de Parcerias em Energia, Petróleo, Gás e Mineração da Secretaria Especial do PPI, destacou os benefícios deste setor para os investidores estrangeiros, apresentou os principais projetos estratégicos do Brasil em 2022 na área da mineração e falou sobre as oportunidades de investimentos no mercado brasileiro e participação nos projetos do PPI.

Foram também discutidos os assuntos relacionados ao impacto regulatório do setor. Leandro Bertossi, assessor do Diretor de Serviço Geológico do Brasil, falou em detalhes sobre os maiores projetos na área da mineração do Brasil em BA, GO, SC, RS que estão previstos para 2022-2023.

O evento contou com a presença de representantes de cerca de 25 empresas russas do setor de mineração, além de diversos órgãos públicos e associações, interessadas no mercado brasileiro.

O Brasil é um dos principais produtores e exportadores mundiais de recursos minerais, possui reservas significativas de diversos metais, incluindo minério de ferro, lítio e nióbio. O potencial do setor de mineração do país permite expandir significativamente a cooperação comercial e econômica entre empresas da Rússia e do Brasil.